Blog do Chef

Gastronomia envolve história, costume de cada povo e confraternização à mesa com as pessoas que amamos.

Aqui no blog traremos semanalmente uma informação diferente sobre este universo.

6 set, 2015 / 2.comentários

Os Tipos de Rolha

postado por - Alex Souza

     A vedação do vinho é uma importante etapa no processo de elaboração, pois tem como principal função proteger o vinho das contaminações microbianas e das oxidações. Trataremos aqui de sete tipos de vedações que são bastante comuns nos produtores atuais.

Rolhas

 

 

     Atualmente existe uma grande variedade de materiais para vedar as garrafas de vinho. Originalmente as rolhas eram apenas de cortiça, pois este material possibilita um ambiente redutor que possibilita o envelhecimento e a evolução do vinho na garrafa. Sua estrutura e composição porosa tem como importantes características a elasticidade, impermeabilidade, resistência à compressão e longevidade.

     A cortiça é retirada da casca do sobreiro, carvalho da espécie (Quercus Suber), muito cultivado em Portugal na região do Alentejo. Existe uma polêmica atual entre os especialistas, devido ao aumento considerável na produção de vinhos pelo mundo. Este material tem sido substituído por opções mais baratas e com menos degradação ambiental.

      No que diz respeito ao tipo da rolha listamos aqui, os sete mais conhecidos.

  1. Maciça (natural): feita de cortiça maciça, esta considerada a de melhor qualidade, sempre utilizada em vinhos de guarda que irão evoluir na garrafa.

 

  2. Twin Top: composta por um corpo aglomerado de cortiça e um disco maciço em cada extremidade.

  3. Aglomerado: esta é elaborada com as sobras da cortiça maciça moída e unificadas com cola, indicada para vinhos de consumo rápido, possui elasticidade e durabilidade menor, tendo um custo menor.

  4. Champagne (Spark): tem um formato de cogumelo, composta por duas partes, a parte de cima rígida feita de aglomerado da cortiça e a parte de baixo sendo elástica e maciça.

  5. T-Cork: cortiça natural com uma cápsula que pode ser de plástico, madeira ou outro material. Projetada para engarrafar vinhos fortificados, pois possuem uma vedação eficiente e fácil remoção manual.

  6. Sintética: uma alternativa encontrada com baixo custo, geralmente elaboradas de silicone, permite que o vinho seja armazenado em pé. Esta rolha causa bastante espanto entre os consumidores mais tradicionais.

  7. Screwcap: esta tampa de rosca vem sendo pesquisado na Austrália por algumas décadas. Trata-se de uma tampa metálica de rosca coberta internamente por um plástico, são recicláveis, de baixo custo, e fácil manuseio. Eficaz para vinhos brancos e de consumo jovem.

     Em próximos posts falaremos mais sobre vinhos adequados para cada tipo de rolha e os principais defeitos apresentados nas rolhas.

Deixe seu comentário ou sugestão, ficarei feliz com sua participação.

Um forte Abraço.

2 respostas para “Os Tipos de Rolha”

  1. Smithf192 disse:

    Definitely, what a fantastic website and informative posts, I definitely will bookmark your blog.All the Best!

  2. Smithd670 disse:

    Enjoyed studying this, very good stuff, regards . A man may learn wisdom even.

Deixe um comentário